segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Cecconi, Clauber Campos



 Clauber CamposCecconi..UM MESTRE DAS ARTES
Editar

Cecconi, Clauber Campos / 54 anos de Pintura. Vamos fazer uma trajetória através da Vida e Obra de Cecconi, pontuando alguns fatos mais importantes. Desde a tenra idade foi manifestado o seu talento artístico. Quando jovem, fez o teste vocacional de opções: Artes Plásticas, música, escultura etc e etc. Toda sua formação se deu na área de de Comunicação Visual, Ilustração Publicitária e Propaganda. Na época por razões múltiplas da família, teve de refrear seu desejo maior de ser Artista Plástico e seguir na área de Comunicação Visual, já no termino do Curso fez estágio em uma Agência de Publicidade aos 17 de idade "Clarim Propaganda em P.Alegre". Vindo para o Rio de Janeiro, trabalhou na Editora Brasil América como Ilustrador de Histórias em Quadrinhos. Em 1962, aos 22 anos, já casado, trabalhou como profissional na área de Comunicação Visual na JUERP, quando então ingressou à noite na SBBA, Sociedade Brasileira de Belas Artes, onde iniciou uma nova etapa de sua vida: "A Arte Pura" as Artes Plásticas. Nesta mesma década começou a expor seus trabalhos em Salões de Arte e assim, paralelo à sua profissão, começou a ganhar suas "Medalhas". Em 1989, abandonou totalmente a profissão de Publicitário, dedicando-se todo tempo à "Pintura", ingressando nas Galerias de Artes da Cidade do Rio de Janeiro. Nesta altura dos acontecimentos, ele já tinha 27 anos participando de inúmeros Salões de Artes, ganhando assim muitos prêmios em Salões e Concursos de Arte. No concurso da ADESG ( Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra) Ganhou uma medalha de ouro, prêmio este que muito o honrou. Na Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, ganhou o o (Grande Colar de Ouro e Comenda de Grau de Comendador) no mesmo ano ainda o "primeiro lugar no concurso de Pintura" do Museu da República- Comemorativo ao Centenário da República. Para alegrá-lo sobremaneira, neste mesmo ano ano foi convidado a colocar uma Obra no Museu de Arte de Londrina (Paraná) na sua reinauguração. Outros prêmios sucederam-se nestes anos...! Em 1992, quero apenas destacar entre muitos troféus, viagens pelo território de nossa Pátria e medalhas de ouro, um prêmio que realmente deu uma virada em sua Arte: O "Prêmio de Viagem à Europa"-1ºlugar na "Jornada de Arte da Universidade Estácio de Sá", com 260 participantes... No dia oito de outubro de 1997, foi o dia em que seu coração bateu mais forte: Foi quando ingressou como membro da Academia Brasileira de Belas Artes, ocupando a Cadeira 47 de Acadêmico. Cecconi sempre agradece a Deus esta oportunidade em sua vida. Destaca-se também na vida de Cecconi o convite que lhe foi feito para receber da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais o Diploma de "GranMestre" no ano de 2000. Algo muito significativo em sua vida artística, foi o convite da Marly Faro Galeria de Arte que convida-o para Representação dos 500 anos na Arte Brasileira "Calçada Da Fama" 20 Artistas Plásticos foram convidados entre eles o Cecconi, a colocarem suas Mãos e suas assinaturas na Calçada da Fama em frente a Galeria na Rua Aníbal de Mendonça 221-Ipanema. Não poderíamos esquecer à "sua Participação entre treze Artistas" na apresentação da Obra "A Santa Ceia", realização da Galeria de Arte"Art Patente em Vitória" Espírito Santo- Intitulada " A Santa Ceia do Terceiro Milênio, dividindo o pão e o vinho do Espírito Santo da Cultura e da Arte em 13 de novembro de 2001. Finalizando, algo que tocou profundamente o coração do Cecconi, foi quando recebeu um telefonema da Presidente Iracy Carise da Academia Brasileira de Belas Artes, dizendo que de acordo com a decisão unânime da Sessão Sessão Extraordinária do dia 09 de setembro do corrente ano(2006) será outorgado o Colar de Honra e comenda de Grau Acadêmico (Cadeira de Imortal Nº15) do Patrono, PINTOR Pedro Américo, ficando assim na História dos Pintores Brasileiros. Marchand Aydê Gomes Cecconi (09 de setembro de 2016)




















































Nenhum comentário:

Postar um comentário